Blog Dentalclean
Clareamento dental

Clareamento dental: conheça as técnicas utilizadas

5 (100%) 1 vote

Os tratamentos estéticos são cada vez mais procurados por pessoas que desejam melhorar a autoestima e se sentir mais confiantes. Entre os tratamentos odontológicos, o clareamento dental é um dos mais popularizados. A técnica deixa os dentes mais brancos e valoriza ainda mais o sorriso.

Dois métodos estão disponíveis atualmente: o clareamento caseiro e o de consultório. O primeiro é feito pelo próprio paciente e leva um tempo maior que a outra técnica, desenvolvida toda em consultório pelo profissional de odontologia. O especialista pode, ainda, aliar as duas técnicas para que o resultado seja mais satisfatório. Conheça um pouco mais de cada uma:

Caseiro

Esse método, apesar de levar o nome de “caseiro”, também precisa do acompanhamento de um profissional. A diferença é que o paciente faz a aplicação do gel clareador em casa usando uma moldeira de silicone feita sob medida. Esse clareamento exige mais tempo se comparado  ao método utilizado em consultório. O paciente costuma usar a moldeira com o gel durante 3 ou 4 semanas, sempre com o monitoramento de um especialista.

Consultório

Já no consultório, o profissional utiliza produtos mais potentes e que trazem resultado rápido. Os produtos clareadores de consultório utilizam o peróxido de hidrogênio – mais forte que o peróxido  de carbamida usado na técnica caseira – que na concentração adequada dá resultados que começam a aparecer já nos dois primeiros dias. Na técnica, o profissional isola a gengiva para evitar irritação e aplica o gel, que pode ser ativado com a luz ou o laser.

Contraindicações

Grávidas, menores de 18 anos e pessoas que estão passando por um tratamento médico agressivo não tem recomendação para fazer o clareamento dental. Aos que já passaram por muitas restaurações, o processo também não é indicado, já que o clareamento não tem efeito sobre a resina.

Para os que sofrem de sensibilidade, o tratamento pode ser um problema. Devido ao desgaste do esmalte dental provocado pelo produto, os dentes tendem a ficar mais sensíveis durante o processo. Contudo, o desconforto é passageiro e o dentista pode recomendar produtos capazes de minimizar o incômodo.

O que não pode durante o tratamento

Enquanto o paciente estiver fazendo o clareamento, o ideal é não consumir comidas e bebidas que contêm corantes ou substâncias que amarelam os dentes. Esses alimentos dificultariam o branqueamento dos dentes e atrasariam consideravelmente o processo de clareamento.

Alguns alimentos que devem ser evitados: refrigerante, café, chá, molho de tomate, catchup, vinho e beterraba. Veja mais sobre o amarelamento dos dentes aqui.

Tem alguma dúvida? Deixe um comentário, podemos te ajudar!

Deixe seu comentário ↓

Dentalclean

O Blog Dentalclean existe para deixar você informado de tudo sobre a saúde bucal. Dicas, curiosidades, e orientações de dentistas especialistas no assunto. Acompanhe a gente nas redes sociais e fique por dentro dos lançamentos e novidades.

www.dentalclean.com.br

Tudo sobre os dentes da criança - Baixe o E-book Grátis

Siga a Dentalclean

Acompanhe a gente nas redes sociais e fique por dentro dos lançamentos e novidades.