Blog Dentalclean
Enxaguante bucal

Enxaguante bucal: TUDO o que você precisa saber

Avalie esse post!

O enxaguante bucal é um excelente produto para finalizar a sua rotina de cuidados com os dentes. Isso porque, quando aliado à uma boa escovação e ao uso do fio dental, ele ajuda a prevenir doenças e a garantir aquele hálito sempre fresquinho, além de muitos outros benefícios. 

Mas você sabe exatamente pra que serve o enxaguante bucal e como ele age na sua boca? Ou como escolher a melhor opção para os seus dentes? 

Para explicar tudo sobre enxaguante bucal e responder dúvidas frequentes, a Dra. Mariana Furtado preparou um conteúdo completo sobre o assunto. Vamos lá? 

O que é enxaguante bucal?

É uma solução que contém componentes químicos que ajudam a manter a boca mais saudável. Também conhecido como antisséptico ou enxaguatório, o enxaguante bucal complementa a higienização mecânica, ou seja, a escovação dos dentes, uso de fio dental e limpeza da língua com higienizador específico. 

Mais do que apenas garantir um hálito fresco, o enxaguante bucal consegue eliminar bactérias causadoras de doenças e proteger a cavidade dental de microorganismos. 

Benefícios do enxaguante bucal para sua boca

O principal benefício do enxaguante bucal é prevenir que problemas se instalem no seu sorriso, como o surgimento de cáries, formação de placa bacteriana e a tão temida gengivite, que desencadeia inflamação, sensibilidade e até sangramento. 

Outro ponto extremamente positivo garantido pelo enxaguante bucal é a minimização do mau hálito. Isso porque o produto impede que as bactérias presentes nos restos dos alimentos liberem uma substância com odor desagradável. 

Além disso, o enxaguante bucal é um cuidado rápido que pode ser incluído com facilidade na sua rotina. Com apenas 30 segundos é possível ter uma sensação instantânea de refrescância e de boca limpa.

Como usar o antisséptico bucal?

Um dos pontos-chave para usar corretamente o antisséptico bucal é respeitar o tempo do bochecho. Normalmente, a maioria dos enxaguantes bucais recomendam bochechar de 30 segundos a 1 minuto e depois cuspi-lo. 

Vale reforçar que não adianta nada usar uma grande quantidade do líquido com a intenção de atingir melhores resultados. O ideal é cerca de 20 ml do produto na tampinha, que também serve como medidor. 

O uso do enxaguante bucal deve ser realizado de uma a duas vezes por dia após a rotina de cuidados com os dentes. Ultrapassar essa recomendação pode ser prejudicial à saúde, já que o composto pode agredir a mucosa bucal. 

É sempre bom olhar as instruções indicadas na etiqueta do produto e conversar com um dentista para entender como usar antisséptico bucal da maneira correta. 

Quais são os tipos de enxaguantes bucais existentes?

A verdade é que existem diversos tipos de enxaguantes bucais disponíveis. De acordo com os ingredientes presentes na formulação, é possível garantir uma série de benefícios para a saúde. 

Por outro lado, é importante conhecer os tipos de antissépticos bucais para acertar na escolha e garantir o produto certo para a sua higiene bucal. Vamos explicar:

Enxaguante bucal com álcool

O álcool é um componente adicionado na composição do enxaguante bucal para conservar e diluir os princípios ativos do produto. 

Este tipo de antisséptico deve ser evitado, pois a sua utilização contínua pode provocar ressecamento da mucosa bucal, descamação dos tecidos moles da boca e inibição das glândulas salivares, o que dificulta a produção de saliva. 

Tenho certeza que você já passou pela experiência de usar um antisséptico com álcool e sentir a boca arder, principalmente se tiver algum pequeno machucado na gengiva ou bochecha. Para quem usa aparelho ortodôntico, isso é muito comum. Então, melhor evitar os que têm álcool na composição e para isso, você precisará sempre conferir os rótulos. 

É um erro pensar que  basta o enxaguante bucal conter álcool que irá auxiliar no combate a Covid-19, pois a concentração é inferior à necessária para isso. Contudo, já estão acontecendo vários estudos e testes científicos para o desenvolvimento de produtos específicos e testados para o combate a Covid-19, como é o caso do recém lançado DETOX PRO, enxaguante bucal com fórmula específica e inovadora que auxilia o combate da Covid-19 na boca, reduzindo a carga viral do SARS-CoV-2. Clique aqui para saber mais sobre essa novidade. 

Mas se você gosta do enxaguante com álcool, recomendamos que consulte seu dentista para ter a certeza de que é o produto ideal para o seu caso, e se não for, ele poderá recomendar um substituto. 

Enxaguante bucal sem álcool

Esse é o enxaguante bucal mais indicado para incorporar na rotina, já que oferece o cuidado ideal para a saúde da boca sem causar desconfortos. 

Existem enxaguantes bucais sem álcool com diversas opções de sabores, como menta e hortelã. Vale lembrar que o sabor do produto não impacta nos resultados, apenas no sabor e na sensação de frescor que fica na boca após usar o produto. Por isso, escolha o mais saboroso para você. 

Enxaguante bucal com flúor

Se você tem alto risco de desenvolver cárie, os enxaguantes com flúor são os mais recomendados para tratar o problema. Isso porque eles interferem no metabolismo das bactérias causadoras da placa dental e atuam na remineralização do esmalte do dente. 

O produto pode ser usado diariamente dependendo da concentração de flúor. Evitar usar com crianças que não conseguem cuspir o produto, já que o excesso pode gerar problemas. 

Enxaguante bucal com clorexidina

Um enxaguante bucal com gluconato de clorexidina é um enxaguatório frequentemente usado para tratar estágios iniciais de infecções na gengiva. Isso porque o produto mata as bactérias causadoras da doença e promove a cicatrização da gengiva inflamada. 

O enxaguante com clorexidina também é indicado no período pós-cirúrgico e para a desinfecção das escovas dentais. 

É também indicado para assepsia de pacientes acamados, que se encontram intubados nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s). Estudos revelam que ação diária da clorexidina em pacientes intubados, reduzem o risco de pneumonia nosocomial, ou seja, a clorexidina elimina as bactérias mais agressivas, fazendo com que esta não atinja os pulmões do paciente. Assim, reduz a mortalidade nas UTI’s por pneumonia.

Enxaguante bucal com produtos naturais

Toda formulação química pode ter efeitos colaterais no organismo, e isso não é diferente com os antissépticos bucais. Assim, os enxaguantes naturais à base de plantas, servem como uma alternativa para o controle das bactérias que se alojam na boca. Esses produtos também demandam a opinião e prescrição de um dentista. 

Enxaguante bucal que auxilia no combate à Covid-19

Recentemente foi lançado um enxaguante bucal específico para auxiliar no combate à Covid-19. Se trata do DETOX PRO, um produto desenvolvido pela Dentalclean em parceria com pesquisadores brasileiros, testado em humanos e aprovado pela Anvisa. Mais detalhes sobre as pesquisas e testes você pode conferir clicando aqui.

O DETOX PRO é uma solução completa antivírus, antibactérias e antifungos. Baseado na tecnologia PHTALOX®, o antisséptico bucal promove a formação de oxigênio reativo a partir do oxigênio molecular presente na saliva, transformando-o em um poderoso agente de combate a microrganismos maléficos à saúde. O oxigênio reativo ataca e inativa a camada de proteção externa do vírus. Em todos os estudos realizados com o DETOX PRO foi comprovada a redução de 96% da carga viral presente na boca. 

Inativar a transmissão do vírus nas vias superiores do corpo humano é uma das formas mais eficazes de não avançar a doença para as vias respiratórias. Bloquear o vírus na região bucal impede que ele ganhe forças e avance para o restante do organismo.

O antisséptico DETOX PRO teve uma resposta positiva nas amostras testadas, com um protocolo de uso por cinco vezes ao dia durante um minuto, inativando o vírus presente na boca. Para conhecer mais sobre esse produto, clique aqui. 

Dúvidas frequentes sobre enxaguantes bucais

Enxaguante acaba com o mau hálito?

Os enxaguantes bucais servem para atenuar a halitose de forma momentânea, porém não tratam o problema de maneira efetiva. Quem sofre com isso deve procurar um dentista que ajude a identificar e tratar a origem do mau hálito. Do contrário, o enxaguante irá apenas mascarar o mau cheiro por um tempo, o que pode ser bem interessante até que o problema seja de fato resolvido. 

Para quem ele é contraindicado?

O enxaguante bucal não é indicado para crianças com menos de seis anos, idosos com dificuldades motoras, gestantes, dependentes químicos e pacientes em quimioterapia e radioterapia. Pessoas em tratamento de clareamento dental devem verificar se o enxaguante não possui alguma substância que possa manchar os dentes e prejudicar os resultados do procedimento. Já as crianças podem usar o enxaguante bucal desde que seja um produto desenvolvido para o uso infantil, ou seja, com uma composição mais amena e sem flúor. 

Enxaguante substitui a escovação?

Em hipótese nenhuma! O enxaguante é um complemento para sua rotina de cuidados com os dentes. Apenas a higienização mecânica (escovação + fio dental + limpeza da língua) é capaz de remover efetivamente a placa bacteriana dos dentes. Somente em casos excepcionais, como inaptidão motora, deficiência ou estágios pós cirúrgicos, o enxaguante serve como um método alternativo para higienização oral. 

Devo usar o produto antes ou depois da escovação?

O ideal é que o enxaguante seja usado no final da sua rotina de cuidados com os dentes,  após o fio dental e o processo de escovação. Por outro lado, existem enxaguantes com componentes que facilitam a remoção da placa dental dos dentes e que podem ser usados antes da escovação.  

Engoli o produto. E agora?

Caso tenha ingerido uma pequena quantidade de enxaguante bucal, o sintoma será apenas enjoo e um leve mal estar. Agora, se a quantidade ingerida do produto for alta, recomendamos que você procure a emergência médica da sua região imediatamente, pois os efeitos podem ser bem agressivos, podendo levar à intoxicação. 

Preciso diluir o enxaguante bucal na água?

Não! Faça isso somente se estiver indicado na embalagem a instrução. Do contrário, o enxaguante vai se tornar menos eficaz e a proteção bucal menos fortalecida, já que o produto perdeu a concentração dos seus princípios ativos. 

E aí, deu pra tirar todas as dúvidas a respeito de enxaguante bucal? No blog da Dentalclean você encontra conteúdos completos sobre higiene e cuidado com os dentes e boca. Aproveite para conhecer hábitos que afetam a saúde bucal. Você vai se surpreender com o que pode prejudicar a beleza do seu sorriso. 

Se ainda ficou alguma dúvida sobre enxaguantes bucais, aproveite para esclarecer  com a Dra. Mariana Furtado. Faça sua pergunta nos comentários abaixo, que ela responderá para você. 

Deixe seu comentário ↓

Dentalclean

O Blog Dentalclean existe para deixar você informado de tudo sobre a saúde bucal. Dicas, curiosidades, e orientações de dentistas especialistas no assunto. Acompanhe a gente nas redes sociais e fique por dentro dos lançamentos e novidades.

www.dentalclean.com.br

Tudo sobre os dentes da criança - Baixe o E-book Grátis

Siga a Dentalclean

Acompanhe a gente nas redes sociais e fique por dentro dos lançamentos e novidades.