Blog Dentalclean

Quais são os diferentes tipos de cárie?

Avalie esse post!

Uma das principais causas que levam as pessoas a se consultarem com o dentista são as cáries. Essa é uma condição extremamente comum, apesar de ser facilmente evitada.

Por mais que a população brasileira seja uma das que mais se preocupam com a saúde bucal, assim como a sua estética, devido à alimentação rica em açúcares e carboidratos, a cárie é um dos problemas mais recorrentes.

Apesar disso, nem todas as cáries são iguais e podem apresentar complexidades diferentes, dependendo do estilo de vida do indivíduo. Sendo assim, confira quais são os tipos de cáries existentes e o que fazer para evitá-las.

O que é cárie?

A cárie é um orifício que pode se formar na superfície do dente, entre eles e até mesmo na raiz dentária. De maneira simples, é a deterioração do dente causada pela liberação de substâncias ácidas quando as bactérias entram em contato com alimentos ricos em açúcares e amido.

Essa substância faz com que os minérios do dente sejam roubados, causando a desmineralização. Em primeiro estágio, é possível realizar a restauração dentária para que o dente volte a sua funcionalidade completa.

Entretanto, quando a cárie já está em um estágio mais avançado, é necessário realizar o tratamento do canal dentário. Isso ocorre quando a cárie afeta a polpa do dente. Nesses casos, antigamente, o dente era extraído por ser considerado um dente morto.

Entretanto, devido aos avanços e pesquisas na odontologia, atualmente o canal dentário é a solução mais confortável para o paciente. Dessa forma, é possível garantir que as funcionalidades do dente retornem ao que era antes.

Tipos de cárie

Apenas com diagnóstico do dentista é possível dizer qual é o tipo de cárie que acomete seus dentes, apesar de cada uma apresentar suas singularidades. Em scom o profissional, é possível que ele peça um exame de radiografia para confirmar a presença das cáries, caso seja necessário.

A maneira mais fácil de buscar por um profissional é através de buscas na internet, uma vez que os dentistas estão cada vez mais investindo em estratégias de marketing na odontologia.

Cárie coronária

Esse é o tipo de cárie mais comum, além de ser o que mais atinge a população brasileira, tanto em crianças como em adultos. A cárie coronária está localizada na superfície de mastigação ou também entre os dentes, dependendo do local em que houve a desmineralização dentária. 

Em consulta com especialista, ele pode indicar a realização de uma restauração dentária, que pode ser feita através de qualquer plano dentário.

Cárie radicular

Já a cárie radicular ocorre por conta da retração gengival. Essa condição é comum à medida que vamos envelhecendo, entretanto, pode ter os seus efeitos agravados nas seguintes situações:

  • Doença periodontal;
  • Escovação muito forte;
  • Medicamentos;
  • Tabagismo.

À medida que a gengiva se retrai, há uma exposição da raiz do dente que não é coberta e protegida pelo esmalte dentário. Sendo assim, essas áreas ficam expostas e são facilmente atingidas pela desmineralização dos dentes, que causam a cárie.

Esse tipo de cárie é mais frequente em adultos e idosos. O tratamento para a cárie radicular, entretanto, difere do outro, por conta da sua complexidade. Ainda assim, o dentista deve avaliar a extensão, a localização e a vitalidade pulpar.

Para os casos em que a cárie ainda não atingiu a gengiva, é possível tratar com uma restauração de resina composta. 

Entretanto, quando a cárie se instala abaixo da gengiva a realização de um tratamento em combinação de restauração e também de cirurgia gengival se faz necessária. Para os casos mais sérios em que atinge a polpa do dente, é necessário fazer o tratamento de canal dentário.

Cárie recorrente

A cárie recorrente é aquela que retorna mesmo após o tratamento já ter sido realizado, nas restaurações e coroa dentária.

Isso ocorre porque essas áreas têm maior tendência a acumular placa bacteriana, o que acaba levando à deterioração do dente. Por esse motivo, é muito importante seguir as recomendações do dentista em relação a higienização bucal.

Vá ao dentista regularmente

Para evitar que problemas como a cárie ocorram, assim como a necessidade de realizar restaurações e canal dentário, é importante que o dentista seja visitado com a periodicidade indicada pelo profissional.

Normalmente, deve ocorrer pelo menos uma vez a cada seis meses. Dessa forma, é possível garantir que todos os cuidados necessários serão tomados para a prevenção do aparecimento de cáries.

Caso o paciente chegue ao consultório odontológico com a ocorrência de cáries, a probabilidade de estar em um estágio inicial é muito maior, o que diminui as chances da necessidade de cirurgia gengival, assim como do canal dentário.

 

Deixe seu comentário ↓

Dentalclean

O Blog Dentalclean existe para deixar você informado de tudo sobre a saúde bucal. Dicas, curiosidades, e orientações de dentistas especialistas no assunto. Acompanhe a gente nas redes sociais e fique por dentro dos lançamentos e novidades.

www.dentalclean.com.br

Tudo sobre os dentes da criança - Baixe o E-book Grátis

Siga a Dentalclean

Acompanhe a gente nas redes sociais e fique por dentro dos lançamentos e novidades.